Quinta-feira, 4 de Agosto de 2005

O tempo...

Copy (2) of sandra3.jpg

'Se por um instante Deus se esquecesse de que sou uma marioneta de trapo e me oferecesse mais um pouco de vida, não diria tudo o que penso, mas pensaria tudo o que digo. Daria valor às coisas, não pelo que valem, mas pelo que significam. Dormiria pouco, sonharia mais, entendo que por cada minuto que fechamos os olhos, perdemos sessenta segundos de luz. Andaria quando os outros param, acordaria quando os outros dormem. Ouviria quando os outros falam, e como desfrutaria de um bom gelado de chocolate! Se Deus me oferecesse um pouco de vida, vestir-me-ia de forma simples, deixando a descoberto, não apenas o meu corpo, mas também a minha alma. Meu Deus, se eu tivesse um coração, escreveria o meu ódio sobre o gelo e esperava que nascesse o sol. Pintaria com um sonho de Van Gogh sobre as estrelas de um poema de Benedetti, e uma canção de Serrat seria a serenata que ofereceria à lua. Regaria as rosas com as minhas lágrimas para sentir a dor dos seus espinhos e o beijo encarnado das suas pétalas... Meu Deus, se eu tivesse um pouco de vida... Não deixaria passar um só dia sem dizer às pessoas de quem gosto que gosto delas.
Convenceria cada mulher ou homem que é o meu favorito e viveria apaixonado pelo amor. Aos homens provar-lhes-ia como estão equivocados ao pensar que deixam de se apaixonar quando envelhecem, sem saberem que envelhecem quando deixam de se apaixonar! A uma criança, dar-lhe-ia asas, mas teria que aprender a voar sozinha. Aos velhos, ensinar-lhes-ia que a morte não chega com a velhice, mas sim com o esquecimento.
Tantas coisas aprendi com vocês, os homens... Aprendi que todo o mundo quer viver em cima da montanha, sem saber que a verdadeira felicidade está na forma de subir a encosta. Aprendi que quando um recém-nascido aperta com a sua pequena mão, pela primeira vez, o dedo do seu pai, o tem agarrado para sempre. Aprendi que um homem só tem direito a olhar outro de cima para baixo quando vai ajudá-lo a levantar-se. São tantas as coisas que pude aprender com vocês, mas não me hão-de servir realmente de muito, porque quando me guardarem dentro dessa maleta, infelizmente estarei a morrer...'

GABRIEL GARCIA MARQUEZ

_____________________________________________________________________

Sobre isto digo que;

Penso, cada vez que perco tempo, com sentimentos menos bons, como o ódio e a raiva, que é um segundo desperdiçado, um tempo perdido, mal aproveitado…
Queria ser melhor… queria nunca sentir coisas más, queria não conhecer o sabor da amargura na boca, queria ser doce…. Simplesmente doce… Agora sou mais agridoce, sei que tenho dentro de mim coisas maravilhosas, mas ainda conseguem que fique irada e completamente virada ao contrario… melhor conseguiram… acho que começo a caminhar para longe de todo o que desprezo e não quero para mim…
Tenho a felicidade de ser perdidamente amada, o meu Pai grita aos sete ventos, que eu sou o amor da vida dele, a mulher da vida dele, o ser mais perfeito que conhece, a melhor pessoa que encontrou… (…) Cheia de defeitos (…), remata sempre, (…) mas demasiado bondosa e linda (…), anda sempre a dizer que sou uma parva, porque acho sempre que todos são bons… para ele, todos são maus até provarem o contrário, isso é o que ele quer vender porque na realidade percebo que não é assim… tal como eu, acredita nas pessoas… mas já viveu muito, e presenciou factos que revelam o que há de pior nas pessoas…
Também já vi tanta coisa, coisas que não queria saber sequer que existem… coisas más, feias, difíceis de relevar ou esquecer… mesmo assim, só vi, e as que vivi, consigo relevar e não lembrar… por isso sou uma afortunada, privilegiada, protegida… sei que sim! Não fico chateada com dizem que sou menina do Papá, e assumo que os meus pais concederam uma vida confortável, melhor que a maior parte das pessoas… como sempre falta sempre alguma coisa… a mim faltou estar mais com eles, faltou ter a certeza de tantas duvidas… Ficaram coisas por falar, situações por esclarecer, beijos por dar! Mas sei, que sou o centro do mundo deles… cada um, na sua maneira muito própria… mas…com um amor imenso e extremamente intenso… tão intenso que chega a queimar…
Ser amada desta forma, ajudou a construir a personalidade forte que tenho! Nunca senti que não podia ser, fazer ou ter o quer que seja! Estou sempre a altura e nada me assusta! Cresci a ouvir o meu pai dizer que era a especial, a mais linda, a mais inteligente, e que estava destinada a grandes coisas… Até hoje, sou a mais linda, a mais elegante, a mais! A dele! Não posso ter o ego mais estimulado. Problemas de auto estima, nunca tive e dificilmente vou ter… Não me facilita a vida totalmente e raramente assina em baixo dos meus planos e projectos, é o braço de ferro constante… mas na altura, no momento, está lá sempre, e com os olhos a brilhar…
Quando entro onde ele está, todo ele brilha, quando lhe dou um beijo sinto que é feliz!
Se estou por perto, esta completo… nada faz sentido para ele se eu não estiver!
É bom ser amada! Torna-nos mais fortes, especiais, resistentes ao fogo e á agua…
Por isso, o que eu gostava de fazer melhor, era gerir o meu tempo, de estar mais tempo com ele, lamento que ele não tenha assistido a pormenor todas as minhas etapas… lamento de ter crescido tão depressa, sem que ele tenha tido tempo de perceber… agora, sinto que existe a lacuna da saudade do tempo que passou depressa… a correr… ficam os olhos turquesas cheios de brilho, que dizem,(…) lamento não ter estado presente em todos os segundos da tua vida, lamento não ter aproveitado enquanto não estavas absorvida pela vida… lamento todos os sorrisos que perdi, as palavras, os gestos, as birras, tudo…, queria viver outros 20 anos para te ver crescer, só para te ver crescer…(…)
Por tudo, isto, não tenho a sensação de termino de vida que tem o Garcia Marques, nem tenho sequer noção de que a vida esta para acabar! Pode acabar agora, mas a sensação que tenho é que começou agora, a sensação que tenho é que sou imortal….
Mas ao olhar para os que amo, como o meu pai, percebo que o tempo corre, que ele vai tão à frente… que se me distraiu, Já não lhe posso dizer que o amo perdidamente, que tenho orgulho de ser uma Cardoso, que sei que sou a princesa, o mais precioso tesouro, a sua menina, sempre e para sempre!
Nem sei se posso dizer hoje, nem sei se o vejo esta semana… por isso deixo aqui escrito! Obrigada pai, por seres meu pai, sou o que sou porque tu deixas-te em mim a marca do teu amor, e tudo o que alcancei tu estavas por perto, para amparares, empurrares, para dizeres que estava tudo bem, e que não havia problema…
Desculpa não estar contigo sempre que pedes, mas o mundo precisa de mim, as minhas causas fazem de mim o que sou e quero ser… Desculpa por querer mudar o mundo, mas é mais forte do que eu… Não me desculpes… entende…
Deixo a seguinte mensagem neste artigo; aproveitem o vosso tempo com o que vos dá prazer e é benéfico, não desperdicem em coisas que não valem a pena, não façam mal aos outros, não vos torna mais ricos nem mais poderosos, torna-vos mais fracos e pobres de espírito… não odeiam, amem, não fujam, enfrentem, não gritem, cantem… não deixem para depois, façam hoje, não batam nos outros beijem quem vos amam, não esqueçam o bom, esqueçam o mau…
Estejam com quem amam, não com quem é mais giro estar, não queiram ser heróis, sejam melhores…
Não fiquem muito tempo na Internet, vão ver as flores… vão cheirar os bosques, vão passear de mãos dadas, com os amores, com os amigos, com os irmãos, com os pais, com os animais… com vos próprios… não queiram encontrar o segredo do universo, nem experimentar tudo o que existe… encontrem a vossa essência, encontrem o que vos faz ser melhores, especiais…
Não invejem os outros, todos somos bons em alguma coisa, e todos podemos ser bonitos… não percam tempo com rancores, invejas e egoísmos… Sejam plenos, aceitem o que são nem pior nem melhor que ninguém, sempre diferentes!
O resto… é apenas e só pormenores… mesmo que pareça ser a coisa mais importante do momento, mesmo que pareça ser a maior das prioridades! Pensem bem… ao fim de algum tempo já não é novo!
Mas o amor, esse se for verdadeiro é para sempre!

Sandra Duarte Cardoso
www.sosanimal.com
sandra.cardoso@sosanimal.com
publicado por Sandra Cardoso às 17:22

link do post | comentar | favorito
|
10 comentários:
De Sandra a 12 de Agosto de 2005 às 17:25
é por palavras e actos como o teu Antonio, que preso a amizade acima de tudo e todos! Está tatuada na minha pele... isso diz tudo!
Mas não percas tempo com gente enrreçabiada, que não aguenta a felicidade dos outros! Amarrados a coisas feias e podres... isolados em ilhas...
BJSSSSS
tB TE ADOROOOOOOOOOOOOO
De ASL a 11 de Agosto de 2005 às 17:10
Já te disse noutro comentário que gosto muito da forma como escreves, especialmente como passas todos os teus sentimentos para as palavras...
Em relação à pessoa que escreveu o 1º comentário gostaria de dizer-lhe que é um(a) cobarde, pq se esconde atrás do anonimato e que quando diz "NÃO PASSAS DE UMA SIMPLORIA QUE TEM A MANIA QUE É FINA... e mais grave acha-se o máximo " gostaria de dizer-lhe que ela não é simplória nem fina, apenas ela mesmo, que mostra e diz o que pensa, que tem a coragem de expor-se e de colocar aqui, onde toda a gente pode ler, tudo o que sente! Quantos de nós têm a coragem de fazer o mesmo??? Em relação ao facto de ela achar-se o máximo, apenas digo: AINDA BEM pq é sinal de que se sente bem com ela mesmo! Para finalizar, Sandra para mim és o MAXIMO! Um beijo grande com muita amizade!
De SANDRA a 10 de Agosto de 2005 às 14:47
MySelf!!! quem será??? obrigadaaaaa
De MySelf a 10 de Agosto de 2005 às 14:01
Excelente artigo Sandra!!!Não é para te aumentar ainda mais o ego,mas escreves muito bem! Ou melhor,transpareces muito bem! é divinal a forma como expressas o que pensas, é sublime a tua forma de sentir....
Continua assim, com essa mente tão sã e com essa alma tão grandiosa em relação ao animais!
De PRS a 8 de Agosto de 2005 às 16:12
Sandra

Na mouche.
Honestamente não podia eu descrever a minha relação com o meu Pai melhor do q aquilo q acabo de ler.
Mesmo hoje quando pensas nas coisas q ficaram por fazer/dizer o q interessa ao fim do dia quando te deitas é aquilo q ele te passou.
Os valores, a garra, a determinação, a auto-estima.
O saberes q ele é sempre o "porto de abrigo".
OBRIGADO.
Adoro-te Pai.

PRS
De Sandra a 8 de Agosto de 2005 às 15:07
Obrigada João! mas será a tua filha a dizer-te isto ou melhor!!!
De joo a 6 de Agosto de 2005 às 14:34
Excelente! O teu melhor artigo de sempre. Parabéns tocou-me particularmente, até podes perceber porquê. Se tivesse que dar um titulo ao teu trabalho seria " O que um pai desejaria ouvir". Espero que um dia me possam dizer o mesmo a mim. Tudo farei. Merecias que ele te desse uma valente palmada...lollll. Isto não se faz...lollll, dá cabo de um coração :)
De Maxo a 5 de Agosto de 2005 às 15:05
"S"

o silêncio um olhar e um sorriso valem mil palavras...........é o ke te deixo !!
De andra a 5 de Agosto de 2005 às 12:05
Bem se é uma treta tu não perdes um! Estranho! normalmente não perco tempo com coisas que não aprecio... Só publicas-te um post, que foi apagado porque a tua linguagem é ofensiva!
E sim acho que sou o máximo, e tu deves ter uma bruta de uma dor de corno, porque vens para aqui com comentários de merda.
Olha quem me fala nas costa respeita a cara! e tu é que és triste e frustrada/o porque não tens coragem de dizer na cara e vens para aqui com esta atitude estúpida e mesquinha! Não saiu do meu conto de fadas, lamento... porque na minha vida não há lugar a gentalha da tua laia! Continua a ler e a ficar cheia/o de sentimentos reles tal como tu… Arranja uma ocupação, uma vida… e deixa os outros viverem a deles...
De ... a 5 de Agosto de 2005 às 11:24
Bem estas tuas crónicas realmente são uma treta.... Vives completamente no teu conto de fadas.NÃO PASSAS DE UMA SIMPLORIA QUE TEM A MANIA QUE É FINA... e mais grave acha-se o máximo. Já sei que esti também não vai ficar aqui publicado como tantos outros comentarios meus que tens apagado, enfim mas tu recebes a mensagem. ACORDA PARA A VIDA E SÊ MAIS VERDADEIRA, SAÍ DO TEU CONTO DE FADAS.

Comentar post

.o que se pode saber de mim. O resto é um mistério...

.pesquisar

 

.Setembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.as mais recentes alucinações...

. Em frente ao mar que nos ...

. Iris

. vamos fazer alguma coisa?

. Eu e a minha malta... nas...

. Maria dos olhos doces...

. ...

. 2 anos...

. ...

. Intercambio de animais!

. Alvaro Charneca!

.alucinações antigas...

. Setembro 2008

. Fevereiro 2008

. Novembro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds