Quinta-feira, 28 de Julho de 2005

CONSELHO DE UM VELHO APAIXONADO...

falesia sombria.jpg

Quando encontrares alguém e esse alguém fizer o teu coração parar de funcionar por alguns segundos, presta atenção: - Pode ser a pessoa mais importante da tua vida!
Se os olhares se cruzarem e, neste momento, houver o mesmo brilho intenso entre eles, fica alerta: - Pode ser a pessoa que tu estás à espera desde o dia em que nasceste!
Se o toque dos lábios for intenso, se o beijo for apaixonante, e os olhos se encherem de água nesse momento, percebe: - Existe algo mágico entre vocês.
Se o primeiro e o último pensamento do teu dia for essa pessoa, se a vontade de ficar juntos chegar a apertar o coração, agradece: - Algo do céu te mandou um presente divino: O AMOR!
Se um dia tiverem que pedir perdão um ao outro por algum motivo e, em troca, receberes um abraço, um sorriso, um afago nos cabelos e os gestos valerem mais que mil palavras, entrega-te: - Vocês foram feitos um para o outro!
Se por algum motivo estiveres triste, se a vida te deu uma rasteira e a outra pessoa sofrer o teu sofrimento, chorar as tuas lágrimas e enxugá-las com
ternura: - Poderás contar com ela em qualquer momento da tua vida!
Se conseguires, em pensamento, sentir o cheiro da pessoa como se ela estivesse ali do teu lado...Se achares a pessoa maravilhosamente linda, mesmo ela estando de pijama velho, chinelos de dedo e cabelos emaranhados...Se não conseguires trabalhar direito o dia todo, ansioso pelo encontro que está marcado para a noite...Se não conseguires imaginar, de maneira nenhuma, um futuro sem a pessoa ao teu lado...Se tiveres a certeza que irás ver a outra envelhecendo...e, mesmo assim, tiveres a convicção que vais continuar sendo louco por ela...Se preferires fechar os olhos, antes de a ver partindo: - é o Amor que chegou na tua vida!
Muitas pessoas apaixonam-se muitas vezes na vida, mas poucas amam ou encontram um amor verdadeiro. Às vezes encontram e, por não prestarem atenção nesses sinais, deixam o amor passar, sem deixá-lo acontecer verdadeiramente. É o livre-arbítrio. Por isso, presta atenção aos sinais. Não deixes que as loucuras do dia-a-dia te deixem cego para a melhor coisa da vida: - O AMOR!!
Ama muito...muitíssimo...Beija alguém de quem gostas quando leres este texto, mesmo que seja em pensamento.

Autor: Carlos Drummond de Andrade

P.S. Mesmo que o caminho se mostre cheio de mentiras e de sentimentos camuflados… mesmo que olhe para a multidão e veja tanta mentira, desonestidade, falsidade… mesmo que a falésia seja sombria, mesmo que tudo pareça não valer a pena, mesmo que tudo pareça impossível… vou sempre, mas sempre acreditar que o amor existe e vale a pena!
O amor vale sempre a pena, o que raramente vale a pena são as pessoas, porque não sabem receber amor, porque não sabem lidar com coisas bonitas e puras! Acabam por partir e estragar! Mas mesmo assim, existem pessoas diferentes… estejam lá onde estiverer...

Sandra Duarte Cardoso
publicado por Sandra Cardoso às 10:53

link do post | comentar | ver comentários (16) | favorito
|
Terça-feira, 26 de Julho de 2005

O namorado ideal!

batman.jpg

A questão do dormir a noite toda com o namorado, é daquelas questões complicadas!
Já namorei uma carrada de tempo com o mesmo namorado, e a questão era deveras complicada e sensível!
Sim, eu gosto do romance, do amor em frente à lareira no Inverno, e na relva no verão…
Também gosto da intimidade do banho partilhado e de todas as coisas boas e ternas que a paixão duradoira traz! Agora o que eu não gosto muito, é de dormir a noite toda com alguém… desculpem lá, mas é uma coisa que vem de miúda! A minha mãe adorava meter-me na cama dela para me apertar a noite toda e, quando eu me mexia, ela ficava parecida com a miúda do exorcista! Então, aos poucos, fui fazendo fita da brava para não dormir com ela ou com qualquer outra pessoa! Tinha o meu quarto, o meu mundo, e não queria partilhar a minha camita com ninguém, nem irmão ou irmã! Mesmo nas ferias, não dormia com os meus irmãos! Cada um na sua, se possível em quartos separados, mas como ia sempre mais alguém da família, tínhamos que partilhar os quartos, e lá ficava com o mano ou, bem mais tarde, com a manita! Bem, mas cama, isso nada de partilhas, nos escuteiros, e nos tempos do surf tive que abrir uma excepção ou outra, porque as tendas eram poucas e como não queria andar com a tenda às costas tinha de dormir na de alguém, mas também, naquela altura a anestesia ajudava até na questão da partilha do espaço, confesso que depois das festas não sabia de nada e já estava tudo bem, be cool, era o lema!
Quando o namoro duradoiro começou a ter a história do “posso dormir cá?’”, foi complicado! Dizia: “é pá dormir…??? mas porque? podes ficar cá um bocado e depois vais embora, assim ficas mais perto e tal, não tens de acordar tão cedo! Só estou a pensar em ti!!!”, nunca corria muito bem, mas lá consiga expulsar o desgraçado a altas horas da noite! Quando não ia a bem, ia a mal, mandava-o literalmente da cama a baixo e corria com ele, sem diplomacia, depois dizia que não me lembrava, era do sono!!! A história foi colando por uns anos, mas quando a vida em comum era inevitável, a história da dormida ficou igualmente inevitável, para meu terror! Na minha casa, tinha sempre a ajuda dos cães que corriam com ele, e ficavam repenicados ao meu lado, enquanto satisfeita esticava pernas e braços pela cama toda! Os cães não me incomodam, até gosto! O Tristão dorme agarrado a mim, e eu abraçada a ele, a Maggy gosta mais de se aninhar no meu pescoço e de alapar nas minhas costa, ou na curva do rabo! Ali ficamos nós, tipo puzzle, sem espaço para mais ninguém, felizes e porreiros! A felicidade era interrompida, quando eu não conseguia correr logo com o namorado, e as horas passavam, os cães suspiravam, e eu não pregava o olho! O Tristão sempre fazia uma retaliação ou outra, tipo um chichi nos Sabago do rapaz, ou metia-se entre mim e ele e soltava gazes radioactivos, capazes de matar seres vivos… normalmente funcionava! “Mete os cães na cozinha, não aguento estes gajos a soltarem gazes a torto e a direito, mas o que o cão bebe, coca-cola???”, mas como o cão era de casa, as minhas respostas eram basicamente; “quem está mal mude-se, ele não tem culpa, e tu também soltas gazes quando estas a dormir”, humilhado, chateado, lá ia embora enfurecido, a gritar; “tu gostas mais do cão do que de mim!!! “. Batia com a porta, os cães saltavam para a cama e nos dormíamos na paz, na nossa casa, do nosso jeito!!!
No outro dia, tinha uma cena de amuo, e de insegurança, “não gostas de mim, corres comigo da tua casa, estava frio e a chover, queria ficar mais tempo contigo, blá blá, se me amasses isto e aquilo e tal e tal, abusas sexualmente de mim e depois expulsas-me da tua casa…”.
Eu contornava bem aquilo, e em segundos já estava o rapaz feliz e contente! E, o mais importante, tinha dormido bem e estava descansadinha! Com o tempo isso foi ficando complicado, e o inevitável aconteceu, tinha de dormir na casa dele pelo menos 2 vezes por semana, foi obrigatório!!! Andar a correr pela casa fora, ter noites de champanhe à lareira, partilhar tudo, o bom, o excelente e o mau… até era bem porreiro, jantares, festas e tal, mas a hora da caminha, é pá… complicado! O ressonar, os tremeliques, os apertos, as pernas em tesoura a minha volta, é pá… não dava… eu não dormia nada, e de 5 em 5 minutos estava aos murros para ele se calar! Ficava irritada e chateada! Até que arranjei uma solução brilhante. Quando o sono dele já era profundo, dava-lhe um encontram e espetava com ele no chão, calma! Não deixava o rapaz a dormir nu no chão, até lhe metia uma almofada e um cobertor, mas ficava no chão e eu na caminha dele, contente e feliz, com a gata dele e os meus cães, se tivessem por lá, vinha tudo para a camita, os meus e os dele! Ali ficávamos felizes e quentinhos. O ronco como vinha do chão não se ouvia bem e a coisa funcionava! Ou então, usava a táctica do sofá, cansava-o bem no sofá… e deixava-o adormecido por lá!
Agora, estão a pensar vocês, esta gaja não é nada romântica, e ainda por cima é má! Pois… sou romântica e gosto muito de tudo o quanto é miminhos e coisa e tal, e tudo e tudo, mas sou má, isso sou, hahahaha! Mas quando adormeço, gostava que saíssem sem fazer barulho e deixassem o meu reino, onde durmo tipo bela adormecida, sem roncos nem coçadelas de sovacos pela manha! E aquela história de acordarem e a primeira coisa é quererem beijos, é pá deixa-me lavar os dentes primeiro, já te dou beijos!
Por isso, o único homem que me compreende é o batman, esse será o escolhido para dormir todas as noites na minha ou na casa dele! Perguntam porque???
Pois, é que a seguir a uma noite tórrida de paixão, com aquele corpo espantoso e durante umas horas boas, uma vez que ele é um super herói, e não tem barriga nem quilos e quilos a mais, deve ser tipo duracel, e dura e dura… Bem, mas, a seguir ao paraíso, dá o tal beijo de despedida e diz “vamos dormir minha morceguinha?”, e pimba, salta da cama e pendura-se pelos pés no varão dos cortinados, e lá fica toda a noite, enquanto eu e os meus cães nos espojamos todos na cama de 1.60m por 2.00m!
È a felicidade total… existe a perfeição!!!

Sandra Duarte Cardoso
publicado por Sandra Cardoso às 18:06

link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
|
Segunda-feira, 25 de Julho de 2005

O que as mulheres querem afinal dos homens!!!

eyes.jpg

Nos últimos tempos, tenho andado a recolher informação para proceder a um estudo antropológico exaustivo, para tentar solucionar a problemática: “O que as mulheres querem nos homens e dos homens”!!!!
As cobaias do meu estudo, são mulheres todas diferentes, nos gostos, na forma de estar, nas opções de vida pessoal e profissional, mas todas são bonitas, “fashion” e inteligentes, por isso desculpem lá as feias e burras, mas não tenho paciência para as analisar e escrever sobre uma realidade que desconheço e não tenho paciências???, no entanto as amostras a que sou submetida percebo que também não tenho lá grande coisa para escrever, conversas de merda, recalcamento e falta de sexo, são uma constante, e francamente não há muito mais que isto!
Para ficar esclarecido, as mulheres nunca são feias, existe sempre algo que as torna mulheres, por isso bonitas, lamentavelmente há as que cultivam as coisas más e não corrigem os erros, tornando-se pessoas chatas e sem graça, não porque nasceram mas porque optaram por essa via. Já sei, a vida nem sempre ajuda, e as pessoas são cruéis, mas a melhor arma, é cabeça para cima e sempre a escalar contra tudo e todos, sempre lindas e maravilhosas, que essa é a nossa maior arma!
Ok, voltando às cobaias giras e “fashions”! Nas nossas conversas sobre o sexo oposto, em alguns casos do mesmo sexo, existem sempre questões que ficam no ar, o que se gosta no parceiro! Como já referi, gosto de homens altos, olhos claros, imponentes, másculos, e com cara de envergonhados, tenho tara por meninos que parecem não partir um prato e depois, já se sabe, partem a loiça toda!!!
Gosto de charme e glamour, é mais forte do que eu… gosto que tenham algo a ensinar, algo a partilhar, e quando sabem alguma coisa que não tenho conhecimento, é o clímax, algo interessante que eu não sabia, tipo, “sabias que as mulheres antes do cristianismo eram um símbolo sagrado, e eram adoradas como deusas, tatuavam o ventre com símbolos astrológicos e dançavam nuas pelos bosques em êxtase, para comunicarem com os deuses”!!! Porra eu até sabia, mas um homem saber… é deveras apelativo, para perceber até onde sabe sobre mulheres!
Entrar no escritório e ver um homem lindo, loiro, de olho azul, em meias, sem sapatos, com os auscultadores metidos (postos) a ouvir Debussy, e a cantarolar “Voiles”, é o fascínio…Ver que para além do avanço que tem na idade, ainda cora de vergonha quando pressente o meu perfume e vê que ali estou, em pé, fascinada a olhar… a olhar para aquilo que os olhos só vem, mas que a alma sente… é a isto que a minha alma reage, é a isto que o meu corpo cede… e por isto que os meus lábios procuram, é aqui que deixo cair a mala, tiro os sapatos e deixo que as valquírias falem por si… O que eu quero, é o tal poeta que escreve poesia na areia, é o músico que sublinha as letras e oferece o CD com um cartão onde diz,” és o espelho da minha alma”, o viajante que trás uma pedra das minas de Salomão, um livro das caves do Louvre, o cheiro do deserto no corpo, o sabor das Caraíbas na boca, a luz da África nos olhos… o beijo avassalador que faz esquecer qualquer regra da sociedade, e que tem como consequência a fusão de dois corpos ao luar, sobre o céu estrelado…
Por outro lado, bem diferente, nem melhor ou pior apenas diferente, surgem as mulheres, lindas, igualmente cultas, que anseiam o chamado pé de chinelo… o homem que não leu um livro até hoje, que o objectivo diário, mensal, anual…etc… é sair com os amigos e beber tanto, mas tanto, que no fim da noite já nem sabem onde está, para onde vai e de onde veio. Não é amor, é algo que explicam como “Dá-me pica”, passo a explicar, gostam de gajos desprovidos de glamour e classe, a educação é a mais rudimentar, no entanto nas artes do amor, rudemente, pegam nelas, espetam com elas contra uma parede ou outra, apertam com elas até sair sumo… Dão umas palmadinhas, umas achegas no cabelo e fazem sentir que o Baco esta presente e afinal Dionísio prevaleceu a Apolo… Compreendo!! A natureza do homem é selvagem, animalesca, se o sexo é a expressão mais primária que ainda dispomos, tem de ter a tal componente animal… entendo, não percebo… mas entendo! No entanto, rapazes, desenganem-se, meninas com nível, não casam com homens assim, no máximo namoram, ou andam, mas não casam! Porquê? Bem, não sei, mas confesso que aqui já entendo para além de perceber!
O amor quebra todas as barreiras, quebra! Não elimina… as barreiras ficam lá, e depois de umas aventuras pelas ruas de Lisboa, uns apertões no carro, na serra, na erva, acaba o entusiasmo e o fosso fica cada vez maior, porque existe todo um mundo para além do sexo, e se não existem coisas comuns, interessantes, fascinantes, apaixonantes, o sexo fica para segundo plano e em primeiro plano ficam os interessantes, os inteligentes, os glamorosos e estudiosos, os homens de sucesso, de relevo, de alma pura e livre! Para traz, ficam os animalescos ! Perguntam agora, “e então as meninas que gostam disso, o que fazem”? Resposta amigos; casam com os charmosos e glamorosos, e falam com as amigas, do gajo que corta a relva lá no condomínio, o segurança da discoteca, do canalizador, e do carregador dos móveis…
Giro não é? É semelhante aos homens, mas no caso dos homens, são absolutamente fascinados por mulheres lindas, fortes e determinadas, inteligentes, promissoras, criativas, mas depois optam sempre por casar com gajas feias, fracas, parvas, que trabalham no balcão do café lá da zona, que tem como “hobby” ir ao ginásio… para tentar disfarçar os rabos todos partidos e os peitos flácidos, já de si, fraquitos, mas com as criancinhas é o caos! Mas provavelmente até são felizes, casam com alguém que encontram, que seja o mais semelhante possível à mãe)! Tratam dos rebentos, da casa ou dão ordens às empregadas, dão cabo do cartão de crédito na tentativa desesperada de ficarem fashions! E na hora do tucatuca, de afogar o ganso, de rolar na palha, de soltar a franga, de rasgas o vestido… bem, tantos termos!!! Vestem o fio dental mais perverso que encontraram na Victoria Secrets, mas nem isso faz com que eles tirem os olhos do Benfica, e das miúdas giras da televisão… as esposas, ficam recalcadas amargas e francamente mal f….!. E não existe coisas mais difícil de suportar, ficam de tal maneira chatas, que o mundo tem de penar porque não levam umas achegas em casa… E cá fora já não fazem sucesso! Então resta chatear as outras, falar mal da miúda gira que mora lá na rua, da colega do marido, do modelo da televisão!!!
É triste…. Por isso gajas, fiquem solteiras e andem com o que vos dá gozo, o resto é conversa… Como os homens e as mulheres procuram coisas diferentes, o melhor é encontrarmo-nos esporadicamente, e no fim… Então até á próxima!
Para mim, se encontrarem o Batman digam, esse sim era o namorado perfeito!
Mas isso é matéria para outro artigo! hahahahaha
publicado por Sandra Cardoso às 17:01

link do post | comentar | ver comentários (23) | favorito
|
Quarta-feira, 20 de Julho de 2005

Férias de Melides!!! 2º Ano!

Este ano, voltamos a Melides… este ano foi diferente… ou, eu estava diferente… ou todos estavam diferentes! Não… eu estava diferente com certeza… os outros estavam diferentes, se calhar! Mas eu estava com certeza! Estava lá toda, já não queria vir embora, porque só queria estar onde não estava, porque só queria ir para onde vinha, sei lá… agora distante, já nem sei bem o que era, era uma espécie de mau estar contínuo, ansiedade crónica… a vida e as pessoas são enigmas estranhos, que no fundo são simples, para chegar à solução é que é complicado! Como na Matemática, aquilo é sempre a mesma tanga, mas para perceberes a primeira, perdes horas, dias, anos…
Já nas letras, ou bem que aprendes com a alma, ou nunca percebes realmente, o livro, o poema a palavra… não tem ciência, nem resolução prática, cada um, sente de maneira distinta, e se for sentido com a alma todos têm razão, sem ter necessariamente a racionalidade a funcionar! É por isso que cada livro é sentido de maneira diferente, mesmo que seja o mesmo, mas se for lido em tempos diferentes, já não o sinto de igual forma… estranho não é! Aprendi isto recentemente, tudo é diferente, mais ou menos grave, forte ou fraco, muito ou pouco, depende onde estas, quando e porque… tudo é relativo e subjectivo… principalmente nas letras, e na vida…
Mas as férias de Melides… foram francamente relaxantes! Dormi as horas que não consegui dormir durante este tempo todo, respirei ar puro, andei na praia, senti a areia entre os dedos dos pés, fiquei dourada, e quase que relaxei… quase, quase…
O Adriano e a Rute tratavam das lides domésticas, nós colaborávamos, o Pedro e o Gonçalo tratavam de fazer barulho de manhã e assegurar que ninguém dormia para além das 9.00 da matina! Putos do caraças… cada vez que penso em ter filhos, olho para o Pedro! É melhor que a pílula, é um contraceptivo 100% eficaz… fico em pânico de pensar que me calha um igual, e desisto logo da ideia! Deixo isso mais para a frente, lá para os 38/40 anos… e mesmo assim! Hummmmmmm
Basicamente, dormi, comi, apanhei sol, conversei, acabei finalmente o Código da Vinci, nem para ler tenho tempo… e nadei muito, o mar serve de carregador de energias para mim… aquele azul e verde, o som, o cheiro, carrega de turquesa a alma… e tira o negro e cinzento das tristezas e angústia que a vida traz e leva…
publicado por Sandra Cardoso às 15:43

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Segunda-feira, 18 de Julho de 2005

Diário das férias!!! 7ª Parte – Herdade do Batepé – Aventura no Ski ACABOU!!!

por do sol.jpg

Foi com muita pena que aceitamos o fim do fim-de-semana no Ski, mas tudo o que é bom acaba depressa! Vamos fazer mais vezes!!!
Embora eu e a Cris tivéssemos Melides à nossa espera, tivemos pena de largar o resto da gajada!
Há ainda uns pormenores relevantes a referir! A Rita Silva atropelou um pássaro mortalmente, a caminho de uma tasca onde iríamos encontrar um amigo dela que tinha ido a tribunal por estar a conduzir um 1.5 de Álcool no sangue! No entanto a preocupação dela, era que nos não dissemos asneiras para não causar má impressão ao jovem! Estranho né!!! Ele é o criminoso e nos é que temos de nos portar bem!
Ficam ainda outros enigmas para descodificar… HUMMMMMMM
publicado por Sandra Cardoso às 13:02

link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito
|

Diário das férias!!! 3ª Parte – Herdade do Batepé – Aventura no Ski!!!

Ski Aquatico.jpg

Nos dias seguintes, bem cedo, após fazermos em directo pelo telefone, mais um programa SosAnimal, para a CSB rádio, 105.4FM, que correu lindamente, enquanto comia pão alentejano com muita manteiguinha e um bolo de iogurte que era uma coisa do outro mundo, lá fomos confiantes rumo à escola de Ski, onde nos aguardava o Campeão Nacional de Ski por 6 vezes consecutivas mais o treinador Master, Jaime e o Sr. Jaime Azarujinha!!! Coitado, não parou de gritar durante 2 dias inteiros, no meio de m grupo de uns 30 gajos, só uns 4 fizeram aquilo á primeira, o resto arrastava a peida pela barragem dentro e davam quedas aparatosas!!! Nomeadamente a minha pessoa, que só levantou a bunda da agua no segundo dia e após grande incentivo do Pai e do filho!!! Mais do filho, para causar boa impressão! Mas no Segunda dia já levantava a bundinha e deu para curtir o vento na cara, já sem a porcaria da água que arrancava o fato de banho e não deixava ver nada! Com os calções do André e com alguma preserverança, consegui o impensável, esquiar pela barragem fora, na loucura total!

publicado por Sandra Cardoso às 12:52

link do post | comentar | favorito
|

Diário das férias!!! 6ª Parte – Herdade do Batepé – Aventura no Ski!!!

ginastica.jpg

Ainda houve tempo para uma sessão de ginástica acrobática, com uns espalhas lindos!!! Enfim, metem os putos juntos e eles têm de fazer alguma coisa para passar o tempo, néee!!! A Dr.ª. Cristina, não queria fazer Ski, porque tinha o pé a gangrenar e tal, mas para andar na macacada já estava fina! Desculpas!!! Falam Falam…
publicado por Sandra Cardoso às 12:45

link do post | comentar | favorito
|

Diário das férias!!! 5ª Parte – Herdade do Batepé – Aventura no Ski!!!

contorcionista.jpg

É verdade eu e a Rita Silva, somos extraterrestres e fazemos coisas estranhas com os nossos braços! Descobriram a verdade! Existe extraterrestres entre vós!
publicado por Sandra Cardoso às 12:41

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Diário das férias!!! 4ª Parte – Herdade do Batepé – Aventura no Ski!!!

baywatch.jpg


O grupo Bay Watch!! Nunca alerta e sempre em alta, espalhou o pânico entre os que gostariam de descansar e dormir! A única diferença entre a Herdade do Batepé e a Colonial Balnear o Século, durante a nossa estadia, é que não havia nenhum Bibi, tirando isso foi a LOUCURA!!! Algumas situações ficaram por esclarecer; por exemplo o facto de eu ter acordado com uma garrafa de champanhe vazia na mesa-de-cabeceira, ter ouvido dizer que sou meia sonâmbula, se afinal estava ou não alguém na piscina naquela noite, ou se era efeito do ar puro! A malta só respira monóxido de carbono, passa uns dias no ar puro, fica tudo com alucinações!
publicado por Sandra Cardoso às 12:37

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Diário das férias!!! 2ª Parte – Herdade do Batepé – Aventura no Ski!!!

pe da cris.jpg

Escusado será dizer, que poucos ou nenhum dormiram decentemente e a noite acabou num mergulho forçado pelo striper de serviço, (também motoristas em part time), toda vestida na piscina da Herdade, as tantas da noite com o bandulho cheio de pão e choco frito! Antes disso a Cristina Campos, deu um pontapé num calhau e ficou com o pé todo lixado! Foi o clímax, ri tanto que ia vomitando! Lindo… quase que ela disse uma asneiras!!!! O dedo ficou um nojo, francamente pareceria que ia cair!!! É melhor mesmo ilustrar com a foto, porque estava mesmo estranho!

publicado por Sandra Cardoso às 11:41

link do post | comentar | favorito
|

.o que se pode saber de mim. O resto é um mistério...

.pesquisar

 

.Setembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.as mais recentes alucinações...

. Em frente ao mar que nos ...

. Iris

. vamos fazer alguma coisa?

. Eu e a minha malta... nas...

. Maria dos olhos doces...

. ...

. 2 anos...

. ...

. Intercambio de animais!

. Alvaro Charneca!

.alucinações antigas...

. Setembro 2008

. Fevereiro 2008

. Novembro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds